DIAGNÓSTICO E ANÁLISE DO DESCARTE DE MEDICAMENTOS REALIZADOS NO MUNICÍPIO DE XAXIM-SC

Autores

  • Simone Pompermaier Facisa/Funoesc
  • Elisangela Bini Dorigon Facisa/Funoesc
  • Silvia Mara Almeida Zanela Facisa/Funoesc

Palavras-chave:

Descarte, Medicamento, Saúde, Ambiente

Resumo

A busca por novas tecnologias e o avanço da ciência na indústria farmacêutica, em conjunto com a mídia, contribuíram para o consumo desenfreado pelo uso de medicamentos, originando um acúmulo de medicamentos vencidos ou que já não estão sendo utilizados e, por conta disso, são descartados no lixo comum ou em aterros. O objetivo do presente estudo foi diagnosticar a destinação dada aos medicamentos vencidos ou em desuso nas residências. Para tal, foi realizada uma pesquisa de campo com os moradores do Bairro Germânico do município de Xaxim, investigando o grau de conhecimento dos entrevistados sobre a existência de locais apropriados para o descarte de medicamentos. A pesquisa foi realizada in loco, em residências, entre os dias 22 de abril e 31 de maio de 2019. A coleta de dados ocorreu após a apresentação dos objetivos da pesquisa e assinatura do termo de consentimento do entrevistado. O estudo contou com a participação de 76 indivíduos, sendo que destes 61 pertencem ao sexo feminino e os 15 restantes ao sexo masculino. Foi constatado que a maioria dos entrevistados apresentam pouco conhecimento sobre as consequências do descarte incorreto de medicamentos.  Conclui-se que mais da metade dos entrevistados (56%) possui o hábito de descartar os fármacos de maneira adequada na Instituição de Saúde Central do Município.

Downloads

Publicado

2022-09-10